sexta-feira, abril 27, 2018

Land Rover Owners de Maio de 2018 já nas bancas

Após o número especial de Primavera, já chegou aos locais de venda habituais a edição de Maio de 2018 da Land Rover Owners International, que comemora o 70º aniversário da marca, com o destaque da capa a ir para um Defender TDCi, profundamente modificado e com numerosos acessórios, mas cuja conclusão atinge valores elevados e um longo processo de recuperação e melhoramento.

As 14 páginas onde a história da Land Rover é descrita, através de modelos que ganharam especial protagonismo, incluindo alguns menos conhecidos, como o Centaur ou o Minerva, o teste de um Range Rover híbrido, dentro e fora de estrada, e a sugestão de uma trintena de novos produtos, adequados aos mais diversos orçamentos, onde se encontram diversos equipamentos ou acessórios úteis, encontram-se entre os artigos mais interessantes.

Apesar de muito afastado da realidade nacional, o guia de compra para o Range Rover Classic tem o mérito de apontar para um conjunto de questões que devem ser analizadas na altura de uma aquisição, o artigo técnico que aborda os problemas de direcção e comportamento, ou a análise de um conjunto de problemas algo escondidos do Discovery 3 justificam a leitura, sobretudo por parte dos proprietários destes modelos.

Completam este número a descrição de passeios e expedições, bem como a divulgação de actividades de diversos clubes, a apresentação de um conjunto de novos productos, complementada pela habitual publicidade e pelo teste prolongado a produtos disponíveis há mais tempo e que foram experimentados pelos editores, num conjunto interessante e que, por referir-se a uma data festiva, tem uma composição especial.

quinta-feira, abril 26, 2018

Capacetes para filmagens - 2ª parte

Aliás, entre os inúmeros acessórios disponíveis, encontram-se novos paineis para o interior, de melhor qualidade, mas também todo um conjunto de opcionais que aumentam em muito a flexibilidade de uso destes capacetes, destacando-se sistemas de fixação mais eficiente e confortáveis, coberturas, paineis de velcro suplementares, suportes para equipamentos ou bolsas com pesos para reequilibrar o conjunto.

Consideramos a multiplicidade de acessórios disponíveis um dos factores que mais diferenciam este capacete, sendo que o pouco conhecido contrapeso, que é composto por uma bolsa com velcro de fixação e para fecho do interior, onde um conjunto de pesos selecionados contribui para o equilíbrio, representa uma das maiores vantagens deste modelo, sobretudo quando utilizado em movimento sobre terreno irregular.

A montagem de uma câmara de filmar neste tipo de capacete, caso se opte pelo suporte frontal, originalmente destinado a um equipamento de visão noturna, implica a aquisição de um suporte específico, disponível para câmaras com o tipo de encaixe típico das Go Pro e que veio a ser adoptado por numerosos fabricantes das chamadas "câmaras de acção".

Existem diversos tipos de suporte, com um modelo mais compacto, que coloca a câmara em cima do suporte, e outro que a suspende, aproximando-a assim do nível dos olhos do utilizador, com pequenas variantes em termos de qualidade, do sistema de libertação e da eventual inclusão de acessórios, pelo que os preços, que começam perto da meia dúzia de Euros, se podem revelar muito díspares.

quarta-feira, abril 25, 2018

O "magnetic finger" da Terrafirma

Entre os produtos recentemente lançados pela Terrafirma, o "dedo magnético" tradução do original inglês "magnetic finger", é, tal como o próprio nome indica, uma dedeira em material resistente, cuja extremidade possui um revestimento magnético, o que permite segurar pequenas peças metálicas.

O parafuso na imagem é um M12 x 50, portanto uma peça com algum peso e volume, o que permite ver quais as proporções face à luva, obviamente também dependente da mão do utilizador, não obstante ser tamanho único, que pode ser considerado com um L ou XL, de acordo com comparação com modelos muito semelhantes que estão disponíveis no EBay.

Outros modelos, em poliester, com o mesmo tipo de reforços e de componentes, funcionalmente idênticos e cuja semelhança leva a suspeitar de não terão sido fabricados na mesma fábrica que os da Terrafirma, têm preços que rondam as 6 a 7 libras, pelo que serão uma escolha a ter em conta por parte de quem não tenha interesse no cor ou logotipo desta versão.

O preço deste "magnetic finger" da Terrafirma é de 9.99 libras, perto de 11.50 Euros, um valor que parece um pouco elevado, mesmo face à excelente qualidade de um produto simples e bem concebido que acaba por ser um autêntico "ovo de Colombo", simplificando algumas tarefas que, sendo simples, por vezes se complicam de forma algo inesperada.

terça-feira, abril 24, 2018

O Lynx da Omnitec - 3ª parte

Sendo distribuído pela Britpart, cujos produtos nem sempre estão ao nível do exigível em termos de qualidade, desconhecendo a sua proveniência, seria normal desconfiar da qualidade do Lynx, algo que, efectivamente, face à sua origem e ao facto de a Britpart apenas o distribuir, será facilmente ultrapassado e confirmado através da utilização do equipamento.

Devem ser evitadas aquisições de equipamentos em 2ª mão cujo licenciamento seja inadequado, por ser inexistente ou por ter sido efectuado para um modelo que não o pretendido, dado que uma licença adicional tem um preço que ronda as duas centenas de Euros, o que consideramos demasiado elevado, resultando numa opção pouco racional face a outras propostas existentes no mercado ou mesmo comparando com o preço de um equipamento novo.

Este equipamento necessita de ligação a um computador, sendo vantajoso que este seja um portátil cuja bateria forneça alguma autonomia, mas não necessita de um desempenho elevado, caso se destine unicamente a este fim, pelo que um equipamento em segunda mão, que já tenha pouca utilidade para outras aplicações, serve perfeitamente para este fim, podendo, caso não exista uma unidade disponível, ser adquirido por um preço bastante baixo.

Dado que o preço de um Lynx em 2ª mão é francamente inferior ao de um Nanocom, mesmo na sua versão inicial, para um particular que lhe dará uma utilização esporádica ou mesmo para um profissional que precise de montar uma estação fixa, esta será uma opção a ter em conta caso seja possível adquirí-lo por um preço que fique abaixo dos 150 Euro, incluindo o licenciamento pretendido.

segunda-feira, abril 23, 2018

Capacetes para filmagens - 1ª parte

As filmagens em monumentos em ruínas, quando este tenham ainda paredes com alguma altura ou tectos, implica, para além da capacidade de recolher imagens, algum tipo de protecção, sendo essencial dispor de um capacete que ofereça algum tipo de protecção contra a queda de pequenas pedras ou outros fragmentos.

Por questões de peso, que tem implicações no conforto, e de preço, a opção natural é por modelos não balísticos, em plástico ABS resistente, e, sempre que possível, com suportes que facilitem a fixação de câmaras ou outros acessórios, essenciais em muitas situações, incluindo explorações, libertando assim as mãos e permitindo filmar de forma muito semelhante ao que o portador vê.

Os capacetes designados por "fast helmet", "PJ helmet" ou "Emerson helmet", vendidos no EBay são réplicas de baixo custo do modelo militar, utilizado pelas forças especiais dos Estados Unidos e que se destinam, essencialmente, a proporcionar protecção contra impactos, enquanto suportam equipamentos de visão noturna e outros acessórios.

Este tipo de capacete, construído externamente em plástico ABS de alta resistência, pesa perto de 500 gramas, sem acessórios, e pode ser utilizado confortavelmente por quem tenha o diâmetro da cabeça entre os 58 e os 61 centímetros, com as peças de acolchoamento internas a poderem ser modificadas para aumentar o conforto, pelo que a possibilidade de melhoramento do sistema inicial se revela bastante interessante.

domingo, abril 22, 2018

Windows 10 "Spring Creators Update" prevista para 24 de Abril

Depois de um adiamento algo inesperado, a grande actualização do Windows prevista para esta Primavera, a "Spring Creators Update", está prevista para a próxima terça-feira, dia 24 de Abril, incluindo numerosas alterações, algumas das quais evidentes e que poderão implicar alguma habituação para serem devidamente exploradas.

O "timeline" será a alteração mais evidente, facilitando o acesso ao historial do uso de aplicações e documentos ou acessos a "sites" ao longo do tempo, permitindo uma pesquisa mais simples e a visualização da sequência de acções, num registo extenso que se assemelha muito a uma "caixa negra" do sistema operativo.

A reorganização do acesso a configurações ou parâmetros, que passam a concentrar-se mais no painel de controle e na aplicação de configuração, o desaparecimento do "home group" como forma de partilha, a possibilidade de bloquear aplicações, impedindo-as de arrancar, a possibilidade de fazer "reset" à "password" no écran de entrada ou de determinar o que o Windows regista, encontram-se entre as novidades desta versão.

Este tipo de actualização sendo mais morosa do que os habituais "updates" mensais, centrados sobretudo na segurança, mas que não implementam novas funcionalidades, é, igualmente, completamente automática, dispensando intervenção do utilizador e mantém as configurações e parâmetros existentes, não obstante substituir o essencial do sistema operativo, transportando-o para uma nova "build" ou compilação.

sábado, abril 21, 2018

Gmail tem novidades para breve

O Gmail, o popular serviço de correio electrónico do Google, que adoptamos por considerarmos, de entre os serviços gratuitos, aquele que oferece melhores características, vai ser melhorado através da adição de um conjunto de novas funcionalidades e de um novo desenho, mais simples e prático.

Entre as novas funcionalidades encontram-se mensagens com limitação no tempo, que não podem ser reencaminhadas, respostas inteligentes ou o "snooze", que mantém mensagens especificadas fora da caixa de entrada até que o utilizador possa responder, transpondo assim algumas das recentes implementações na plataforma Android.

Uma barra lateral, onde se podem encontrar listas de tarefas ou compromissos, bem como um novo desenho, que permite aos utilizadores uma maior flexibilidade de escolha e configuração, adaptando melhor o Gmail às preferências de cada um, permite aumentar a produtividade, integrando-o com outros produtos do Google.

Outras modificações, a nível de codificação, as quais não serão visíveis por parte dos utilizadores, também serão implementadas, no sentido de aumentar a flexibilidade, desempenho e segurança do sistema, mas será a funcionalidade de confidencialidade de mensagens, que para a sua leitura poderão exigir um código de acesso, que consideramos a maior novidade em termos práticos.

sexta-feira, abril 20, 2018

O "cartão de segurança" dos Land Rover

Em caso de imobilização do veículo e na impossibilidade de utilizar o comando remoto, existem procedimentos para desactivar o imobilizador recorrendo a um procedimento, por vezes um pouco moroso e complexo, mas que, em qualquer caso, implica a introdução de um código que se pode encontar no "cartão de segurança" fornecido com cada veículo.

Este cartão, com formato semelhante ao de um cartão de crédito e que varia em aspecto de acordo com o modelo, país e época, inclui um conjunto de dados extremamente importantes e sensíveis, onde consta o número de identificação do veículo, abreviado para NIV ou VIN, os números da chave e a porca da roda e o código de acesso, composto por um conjunto de dígitos, que servem para situações de emergência.

A forma de dar entrada deste código depende do modelo exacto do veículo, estando explicitada no manual do proprietário, que deve estar acessível, sendo necessário, para que a operação tenha sucesso, que os sensores utilizados, como o que assinala que uma porta está fechada ou aberta, estejam todos operacionais, sem o que o processo será interrompido no passo onde se verifique uma falha.

O próprio fabricante indica que este cartão, tal como será aconselhável com qualquer código, nunca deve ser guardado no interior da viatura, sugerindo-se que, tal como acontece com outros "pin", tal como usados em cartões bancários ou nos "SIM" dos telemóveis, seja memorizado ou, caso tal se revele inviável, guardado discretamente, sendo exemplo uma entrada fictícia numa lista de números de telefone onde os quatro dígitos em determinadas posições contenham o código.

quinta-feira, abril 19, 2018

O Lynx da Omnitec - 2ª parte

Este procedimento significa que o Lynx não fica disponível para utilização imediatamente após a compra, dependendo sempre do tempo de envio da correspondência e do processamento necessário para gerar a chave de validação, sendo que só após a sua recepção se pode proceder à instalação, configuração e validação que permitem a utilização do equipamento.

Através do "interface" gráfico do programa podem ser acedidas as principais funções ou parâmetros de um veículo, analizando e limpando códigos de erros, reinicializando contadores, modificando opções, activando ou desactivando funcionalidades, adicionando novos comandos de alarme ou realizando testes aos diversos componentes do veículo.

Naturalmente o conjunto de funcionalidades dependerá do veículo específico, sendo certo que num modelo mais recente e sofisticado as opções serão mais do que noutro que disponha de menos opções, mas a cobertura geral é bastante abrangente, algo inerente à habitual qualidade dos produtos da Omnitec, que há muito é reputada nesta área, onde equipamentos como os T4 estão entre os mais utilizados a nível profissional.

Este "know how" passa, inevitavelmente, para os vários modelos de Lynx, seja em termos físicos, patente no bom acabamento, resistência ou na concepção dos próprios circuitos, seja no "software" que o suporta, que se revela rápido, intuitivo e de operação muito simples, o que o coloca ao alcance dos menos experientes, que apenas poderão encontrar algumas dificuldades no processo de instalação que, comparado com outros, não tem uma complexidade excessiva.

quarta-feira, abril 18, 2018

Equipamento de diagnóstico com suporte para J2534 - 3ª parte

Como principais objecções, surge, em primeiro lugar, o complexo processo de instalação e o facto de o sistema operativo oficialmente suportado ser o Windows XP, cujo suporte e actualizações foram descontinuados pelos seu próprio fabricante, bem como a indefinição e falta de esclarecimentos quanto aos modelos de veículos suportados, ou seja, a ausência de uma lista por modelo e motorização, algo que consideramos essencial.

Também surgem dúvidas legítimas quanto à legalidade do "software" face à exigência de a instalação ser efectuada com a ligação à Internet desligada e o anti-virus desactivado, algo que, naturalmente, não nos agrada, muito embora, na segunda vertente, se possa proceder a uma verificação do conteúdo antes de proceder à instalação.


O conjunto inclui a unidade principal, um cabo para a ligar à porta OBD2 do veículo, outro para ligar a uma porta USB de um computador, CDs de instalação de "software" e um estojo de transporte em plástico, que acomoda os items necessários para a operação, obviamente com excepção do computador.

Este tipo de equipamento tem um preço que começa em perto de uma centena de Euros, com portes incluídos a partir da Ásia, mas a que podem acrescer taxas alfandegárias, custando perto de centena e meia na Europa, onde existe dispensa de outros pagamentos, pelo que será de prever, em termos médios, um custo total que rondará os 135 Euros.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin